top of page
Buscar

Manutenção de Usina Fotovoltaica é na Limpezasolar.com

Você começa a aproveitar a energia solar e está feliz da vida. Aí de repente, bate a dúvida: se acabar a força, o meu sistema fotovoltaico continua funcionando?


Em resumo, a resposta é não, no caso dos sistemas on grid, quando a energia cai o inversor imediatamente desliga e interrompe o funcionamento do sistema.



Para entender porquê isso acontece é necessário primeiramente entender o que é um sistema on grid.


O sistema on grid é aquele que funciona ligado na rede elétrica da distribuidora. Desse modo, é o mais comum em regiões urbanas.


Funciona assim: durante o dia, quando há sol, o sistema gera a energia elétrica que abastece o imóvel e o que sobra é repassado para a rede (gerando créditos).


Da mesma forma, durante a noite, quando não há produção de energia solar, o imóvel é abastecido pela rede, descontando nos créditos que foram gerados durante o dia.


É o chamado sistema de compensação, clique aqui para ver como funciona.


MAS ENTÃO, O QUE ACONTECE SE ACABAR A ENERGIA DA RUA?


Se acabar a força o sistema fotovoltaico continua funcionando?


Conforme dissemos acima, não. Pelo fato do sistema on grid ser dependente da rede da concessionária, não é permitido que o seu sistema de energia solar continue funcionando “em ilha”, ou seja, isoladamente enquanto falta energia na rua.


Trata-se de uma resolução da ANEEL que regulamenta a energia solar distribuída. Sendo assim, ao acabar a energia da rua, o sistema imediatamente é desligado.



Por que ao acabar a força o sistema fotovoltaico é desligado?


Trata-se de uma resolução da Aneel visando evitar uma energização reversa. Isso acontece por uma questão de segurança, já que durante o dia, enquanto estiver funcionando, o sistema fotovoltaico continuaria repassando energia para a rede mesmo sem força na rua.


Isso colocaria em risco a vida dos funcionários de manutenção da distribuidora. Além disso, a energização reversa pode danificar seriamente a rede elétrica.


Desse modo, o desligamento automático tem como função evitar acidentes ou danos ao sistema.


Por fim, o sistema on grid não está preparado para armazenar energia, o que evita que ele funcione durante a noite, por exemplo.



Existe alguma alternativa para que o sistema fotovoltaico continue funcionando, mesmo se acabar a energia?


Sim, existe o sistema off grid, que não é ligado à rede e funciona a partir de bancos de bateria.


No entanto, para locais com disponibilidade de rede elétrica não compensa, devido ao alto custo das baterias necessárias para armazenar a energia.


De fato, o off grid só é indicado para locais onde não há rede de energia elétrica. Porém, ainda existe uma outra possibilidade mais barata que é o chamado sistema de back-up de baterias.


Como funciona o sistema de back-up de baterias?

O sistema de back-up de baterias funciona como um sistema on grid, porém conta com um banco de baterias para quando faltar energia.


O banco pode ser maior ou menor, de acordo com a autonomia desejada. Nesse caso, as baterias são carregadas pelo próprio sistema fotovoltaico.


Assim, sempre que estiverem totalmente carregadas, o excedente de energia será repassado para a rede normalmente conforme o funcionamento do sistema on grid.


Ao acabar a energia, o sistema automaticamente se isola da rede elétrica, ativando as baterias e evitando que a energia caia.


Vale a pena ter um sistema de back-up de baterias?

A grande maioria das pessoas que usam energia solar não optam por um sistema de back-up de baterias.


De fato, em locais onde a energia não costuma acabar com frequência, em geral não compensa o investimento, por conta do custo e autonomia das baterias.


No entanto, ele pode ser uma boa ideia no caso de indústrias ou comércios que não podem ficar sem energia em hipótese nenhuma. Nesses casos, o back-up pode ser uma ótima opção frente aos geradores convencionais.


Quanto custa um sistema de back-up de baterias?

Custa cerca de 30% a 50% mais do que um sistema fotovoltaico convencional. O valor varia bastante de acordo com a quantidade e autonomia das baterias.


Na prática, até uma bateria de carro pode ser utilizada, porém é preciso analisar o que vale mais a pena. Por exemplo, não é muito interessante ter uma bateria que dure apenas uma hora.



Comments


bottom of page