top of page
Buscar

China inicia operação de unidade de H2V com solar de 300 MW

Projeto é o primeiro do país, que pretende se tornar referência na produção com combustível renovável.

Imagem: Divulgação


Entrou em operação no fim de junho na cidade de Kuqa, região autônoma Uigur, em Xianjiang, na China, uma unidade de produção de hidrogênio verde (H2V) integrada e alimentada pela energia gerada por usina solar fotovoltaica de 300 MW de potência e capacidade para gerar 618 GWh por ano.

Liderado pela New Star, subsidiária da estatal chinesa de energia Sinopec, trata-se do primeiro projeto do gênero no país asiático, que envolveu investimento de US$ 2,4 bilhões.


A unidade de eletrólise da água tem capacidade de produzir 20 mil toneladas de hidrogênio verde por ano e instalações para armazenar 210 mil metros cúbicos de hidrogênio, além de rede de transporte por gasodutos para movimentar 28 mil metros cúbicos por hora do combustível renovável.

O projeto pioneiro é considerado como modelo a ser replicado em estratégia chinesa de se tornar protagonista na produção de hidrogênio verde.


A produção de Kuqa será voltada para a indústria química e petroquímica Tahe Refining & Chemical, também do grupo Sinopec, em um planejamento de substituir a eletricidade à base de combustíveis fósseis hoje utilizada para a produção de hidrogênio utilizada pela empresa.


Isso deve evitar a emissão de 485 mil toneladas de dióxido de carbono por ano.

Fonte: Fotovolt


Opmerkingen


bottom of page